Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página Inicial > Notícias > Campus realiza encontro voltado para a promoção da saúde
Início do conteúdo da página Notícias

Campus realiza encontro voltado para a promoção da saúde

Em sua quarta edição, evento buscou conscientizar comunidade sobre importância dos cuidados pessoais e da prevenção de doenças
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 13/09/2017 22h13
  • última modificação 13/09/2017 22h13

Comunidade se envolveu com programação, que incluiu palestras, oficinas e exposições

O Núcleo de Assistência ao Educando (NAE) do campus do IFMA em Açailândia realizou a quarta edição do Encontro de Saúde, que tem o objetivo de conscientizar a comunidade escolar a respeito da qualidade de vida e dos diferentes fatores que afetam a saúde da população. Durante o evento, ocorrido no último dia 6 (quarta-feira), desenvolveram-se diversas atividades e ações para que a comunidade escolar aprendesse a se cuidar, adquirindo autonomia e disseminando informações sobre os direitos relacionados à promoção da saúde.

Em 2017, o Encontro adotou a pauta específica da depressão, por ser o tema escolhido para este ano pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Foi determinante também a realização da campanha “Setembro Amarelo”, que engaja diversos setores da sociedade na conscientização sobre a realidade do suicídio no Brasil e no mundo, bem como suas formas de prevenção.

As atividades do 4º Encontro de Saúde iniciaram ainda em agosto, com a divulgação da Campanha de Doação de Sangue, pela qual doadores voluntários (servidores, terceirizados, discentes e comunidade externa) coletaram material em hemocentro, no HEMOMAR de Imperatriz, em 1º de setembro. Quanto à programação do dia 6 no Campus Açailândia, profissionais da saúde do município e comunidade escolar colaboraram para oferecer a todos do campus um dia inteiro de ações, dentre as quais palestras, oficinas, exposições e prestação de serviços de saúde (ver abaixo). A abertura do evento teve palestras do coach e analista comportamental Cledson Aires, com o tema “Gestão Emocional”, e da socióloga Bárbara Casseb, docente do Campus Açailândia, que abordou “Religiosidade e processo saúde-doença”.

“A cada ano, o evento vem crescendo, e já está consolidado entre a comunidade escolar”, considerou Tatiana Leal, chefe do NAE e coordenadora do Encontro de Saúde. Ela disse terem sido superadas as expectativas dos organizadores, pelo aumento significativo das atividades e serviços oferecidos, em comparação com as edições anteriores. Segundo a coordenadora, os profissionais da cidade e muitos colaboradores já reconhecem o evento como uma relevante ferramenta de divulgação de informações, serviços de saúde e prestação de serviços, e têm expectativas positivas para os próximos anos. Tatiana Leal observou que o Encontro foi apoiado por instituições do setor público e privado, assim como de organizações da sociedade civil, dentre as quais Corpo de Bombeiros, SAMU, Associação Comunitária Bom Samaritano, Núcleo Municipal de Educação em Saúde de Açailândia, Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), Instituto Veneza, Hemomar/Imperatriz, e YES Cosméticos.

Suzenilde Maciel, diretora de Ensino na unidade do IFMA, também ressaltou o incremento da programação a cada ano, com as diversas oficinas e o fortalecimento de parcerias importantes para o sucesso do evento “O Encontro de Saúde do campus Açailândia, em sua quarta edição, é um projeto de grande relevância social”, disse ela, referindo-se a temáticas relacionadas à saúde, inseridas no cotidiano da comunidade escolar, como é o caso da depressão, cada vez mais prevalente na sociedade.

Outro ponto alto do Encontro de Saúde foi o concurso de paródia em música com tema relacionado à prevenção e combate ao uso de drogas, com premiação das equipes vencedoras. A iniciativa foi uma realização do NAE e da comissão institucional responsável pelo Projeto de Intervenção de Combate e Prevenção ao Uso de Drogas, em consonância com o plano da instituição que dispõe sobre a temática. O objetivo foi estimular o interesse do corpo discente do Instituto na discussão sobre o uso de substâncias psicoativas, assim como suas consequências e prevenção. O Grupo de Artes do Campus (GEPA) também contribuiu com o evento, ao apresentar uma peça teatral com o tema “Suicídio”.

4° Encontro de Saúde: momento para jovens refletirem sobre temas como a depressão e o suicídio

Participantes

“Iniciativas como essa [Encontro de Saúde] ajudam nosso Instituto, as pessoas que o frequentam, alunos e servidores, a terem uma melhor qualidade de vida e serem atendidos em suas necessidades”, afirmou Sibelly Leite, professora de Espanhol no Campus Açailândia. Ela ressaltou a qualidade dos temas escolhidos e dos profissionais convidados, tornando o evento de saúde importante tanto para os alunos quanto para os servidores, muitos dos quais aproveitaram para inscrever-se nas oficinas.

Para André Alves, servidor técnico-administrativo, as oficinas trouxeram temas atuais, em especial por abordar o suicídio, foco principal da campanha nacional Setembro Amarelo, e “um assunto para o qual não podemos fechar os olhos”. Ele disse que o Campus Açailândia demonstrou saber trabalhar em equipe. Ao considerar que o Encontro de Saúde já faz parte do calendário anual do Campus, André Alves atribuiu o sucesso do evento à comunidade que participou e contribuiu para a organização.

Esse foi o primeiro Encontro de Saúde do campus com a participação de Isabela Neves, aluna do curso Técnico em Alimentos. Ela informou ter achado interessante, em razão dos temas serem recorrentes na atualidade e no dia-a-dia. “É bem comum encontrarmos pessoas com depressão e casos de suicídio, por exemplo”, comentou Isabela Neves, chamando a atenção para a necessidade de as pessoas saberem lidar com essas questões, que podem estar próximo.

Psicóloga do município convidada para o Encontro, Márcia Sousa argumentou que a saúde mental muitas vezes é negligenciada pela sociedade e pelo poder público, e as dores emocionais, por não serem medidas nem verificadas por aparelhos, passam despercebidas, chegando a ser descritas por muitos leigos como “falta de fé” e preguiça. Sobre essa visão, ela citou o poeta romano Juvenal, autor da frase “Mens sana in corpore sano” (“Mente sã em um corpo são”), para ponderar que não há como exigir que alguém seja saudável fisicamente se a pessoa carrega dores emocionais que a adoecem psicologicamente.

“O papel da escola como formadora de opinião é preponderante para desmistificar a saúde mental, deixando cair por terra os preconceitos relacionados aos transtornos mentais e seus tratamentos”, disse Márcia Sousa, que destacou o evento do Campus Açailândia para a discussão de temas relevantes para toda a comunidade escolar e para a sociedade em geral, sendo primordial para a construção de uma sociedade “mais saudável e mais empática”.

 

4ª SEMANA DE SAÚDE DO CAMPUS AÇAILÂNDIA

– Raio-X do evento –

 

Profissionais envolvidos:

Fisioterapeutas, nutricionistas, educadores físicos, psicólogos, dentista, fonoaudiólogo, otorrinolaringologista, farmacêuticos, ginecologista, esteticistas, técnicos de enfermagem, sociólogo e especialistas em Libras.

 

Oficinas:

Exposição de jovens nas redes sociais / Cuidados com a audição: hábitos auditivos e seus malefícios / Como manter uma vida saudável em meio à correria dos estudos / Quiropraxia / Como controlar a ansiedade / Conhecendo e trabalhando a ansiedade / Efeitos do stress e da ansiedade no organismo / Socorro! O Google disse que eu vou morrer! / Alimentação saudável e a prática esportiva / Conhecendo o novo guia alimentar para a população brasileira: saúde à mesa / A importância da alimentação saudável e suplementação na prática de atividades físicas / Capoeira / Estética facial / Uso abusivo de álcool e outras drogas / Gravidez na adolescência e depressão pós-parto / Primeiros socorros / Mãos que falam: um novo jeito de comunicação

 

Exposições e serviços (pátio do Campus):

Teste de glicose / Teste de hepatite, sífilis e HIV / Aferição da pressão arterial / Distribuição de folders informativos e preservativos para os discentes e servidores do turno noturno / Aplicação de flúor / Exposição DST e gravidez na adolescência / Transtornos Alimentares (discentes da turma de Alimentos VI) / Setembro Amarelo (discentes da turma de Alimentos IV) / Primeiros socorros / Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) / YES Cosméticos

Fim do conteúdo da página