Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página Inicial > Notícias > Campus Açailândia se destaca em competição de robótica
Início do conteúdo da página Notícias

Campus Açailândia se destaca em competição de robótica

Junto com equipe da unidade do IFMA em São Luís (Monte Castelo), estudantes se classificaram para participar de torneio internacional, em 2018
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 14/12/2017 12h31
  • última modificação 14/12/2017 12h31

Educação e tecnologia direcionadas à construção de robôs. Com base nessa assertiva, equipes de estudantes do IFMA se destacaram na etapa final nacional do Torneio Juvenil de Robótica (TJR), realizada em São Luís, nos dias 24 e 25 de novembro (sexta-feira e sábado). Por conta da boa colocação entre os finalistas, os grupos de jovens cientistas dos campi Açailândia e Monte Castelo se classificaram para a disputa internacional (ITR, na sigla em inglês), no próximo ano.

Organizado desde 2009, o TJR é um evento gratuito de abrangência nacional, que tem a proposta de difundir a Robótica no ambiente escolar, envolvendo alunos de diversos níveis de ensino (da educação básica à superior). A competição consta de inúmeros desafios, planejados para que as equipes desenvolvam robôs autônomos.

Do Campus Açailândia, os grupos Açaímov 1 e Açaímov 2 conquistaram, respectivamente, o vice-campeonato e o terceiro lugar na prova “Viagem ao Centro da Terra”, na qual o robô, de forma completamente autônoma, deve seguir estritamente um caminho em espiral, da posição externa de entrada até o centro, capturar um objeto alvo e retornar para a posição de partida. Já a turma do Campus Monte Castelo (IFMA 1) foi vice-campeã na categoria “Resgate de Alto Risco”. Nesse desafio, os robôs percorrem autonomamente as linhas que definem um caminho, exploram os ambientes em busca de objetos alvos, que deverão ser recolocados nos respectivos lugares de destino.

“Esse tipo de desafio proposto pelo Torneio faz com que os alunos trabalhem em grupo para desenvolverem a estrutura do robô e sua lógica de programação, tornando-o totalmente autônomo em um ambiente lateralmente limitado”, explicou o professor Brehme Dnapoli Reis de Mesquita (Engenharia Elétrica, Automação e Controle), coordenador do grupo Açaímov, ressaltando que a equipe tentou otimizar o seu projeto de robótica para resolver a prova em menor tempo. Segundo o docente, os resultados alcançados no TJR foram relevantes especialmente porque os alunos estão no primeiro ano do curso técnico em Automação Industrial (forma integrada), quando competições dessa natureza normalmente premiam equipes mais experientes.

“Participar do Torneio Juvenil de Robótica foi uma oportunidade incrível e que nos proporcionou ótimas experiências”, observou Aline Azevedo Nascimento, integrante da equipe. Para ela, além da conquista de prêmios, o mais importante da competição foi o que os estudantes aprenderam e desenvolveram, já que têm como objetivo justamente a robótica educacional. Aline Nascimento também expressou a emoção de ter participado do evento como representante do Instituto e do Estado.

Para o aluno Lucas Sena Santos, a experiência pessoal no TJR foi inesquecível. “Valeu a pena o empenho da equipe que nos fez conquistar o segundo lugar”, disse ele, revelando que os integrantes ficaram surpresos com os resultados, por estarem no primeiro ano de envolvimento com a robótica. Lucas Santos afirmou a expectativa de alcançarem resultados ainda melhores, pois “essas conquistas nos fazem pensar sobre o importante valor do trabalho em equipe”.

Maria Júlia Fernandes Calisto, também da Açaímov, enfatizou a importância para a vida acadêmica e pessoal de o corpo discente participar do Torneio. “A princípio, nosso objetivo principal era garantir experiências em competições”, relatou a estudante. No entanto, ela ressaltou que o foco e o desempenho da equipe em 2017 levaram à vitória nas etapas estadual e final nacional do TJR, “um evento de grande porte que nos proporcionará novas experiências, novos desafios e um conhecimento mais aprofundado na área de robótica”.

Campus Monte Castelo

Com formação multidisciplinar, a equipe IFMA 1 teve como integrantes Janaina Fonseca Oliveira, Iran Charles Pereira Belfort (ambos do curso superior de Sistemas de Informação), Saullu Romeu Milen (Engenharia Elétrica) e Nataly Sofya (Técnico em Informática), e na final nacional foi acompanhada pelo professor André Luís Silva dos Santos (Informática). Sagrando-se vice-campeão no desafio Resgate de Alto Rico, o grupo tinha conquistado a primeira colocação na competição regional do TJR.

Janaina Oliveira informou que o interesse pela robótica educacional ganhou fôlego no ano passado, quando ainda era recém ingressa no Campus Monte Castelo, e começou a participar de competições relacionadas a essa área com os alunos da rede municipal de ensino de Santa Rita, onde ela atuava como coordenadora pedagógica. Juntamente com Charles Belfort, outro integrante da IFMA 1 e então professor técnico na mesma escola, Janaina Oliveira encontrou motivação para a Robótica por causa de um aluno prodígio cujo desempenho em sala de aula tinha chamado a atenção de vários professores.

“Começamos a desenvolver uma linguagem mais simples para ensinar alunos do ensino fundamental a fazer um Robô seguidor de linha, que era o desafio da competição”, relatou Janaina Oliveira, referindo-se à Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR). Durante esse evento, o coordenador estadual no Maranhão do TJR convidou os grupos participantes para o torneio. A estudante considerou que a formação de uma equipe de sucesso para atuar com robótica requer o trabalho multidisciplinar, envolvendo habilidades distintas como eletrônica, programação, organização e logística, além de construção e física. “O IFMA oferece de forma gradual ou conjunta todas essas habilidades em seus diversos cursos técnicos e superiores, além de contar com uma boa infraestrutura de laboratórios e professores altamente capacitados”, observou ela, sobre a contribuição do Instituto à conquista dos alunos.

O Campus Monte Castelo foi ainda representado no TJR pela equipe IFMA 2, composta por estudantes de Sistema de Informações. Segundo Janaina Oliveira, apesar de formarem equipes diferentes, os integrantes se reuniam com frequência durante a preparação para o torneio, a fim de se ajudarem mutuamente.

GALERIA DE IMAGENS

– Torneio Juvenil de Robótica (TJR 2017) –

Equipes representantes do IFMA na etapa final nacional (São Luís, 24 e 25 de novembro)

Campus Açailândia

Campus Monte Castelo

Fim do conteúdo da página